domingo, 21 de julho de 2013

Fricote gonococcus

Divine Touch, trabalho de Jessica Harrison



























      Para larvas e amebas adestradas


Os poetas do Estado
ocupam todos os espaços
papos
alugados
spas
pechinchas
e cupinchas
paços
oficiais
oficinas
centros de falsa cultura
gerentes demenciais
da poesia boleto bancário
vomitam versos e fezes
em efemérides florais
alvos mui dignos
de coquetéis molotov
têm chiliques
tremeliques
saracoteios
faniquitos
quando impedidos de salamaleques
temem ziquizira
a coluna arqueada
de tanta curvatura
ao império patronal
pelo rabo a fora
a úlcera exposta
cai do último andar
de flat-flatulência
em autoelogios
o câncer das palavras.

É a glória.


Nenhum comentário:

Postar um comentário