terça-feira, 30 de julho de 2013

Jardim Botânico

















Os paralelepípedos
tornavam a infância
mais comprida.
Os gols
acumulados
no vão de chinelos
para desespero
do goleiro
condenado por falta
de asas
nos pés.
Mas os jogadores
se guardavam
para estátuas de cera
paralisados
pela batida
acelerada
do meu coração
toda vez
que você passava
com um saquinho de pão
a cara virada
pro muro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário