quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Rota de fuga





 














Dez quilômetros abaixo
o rio,
a curva do rio,
a curvatura da terra.


Passa-se ponte
cancela
placa com marcas
de bala
e amores anônimos.

O mapa aponta

pândega
ao norte
pálpebras palustres
ao sul
esquadrias fechadas
abaixo do equador
a oeste
lâmpadas queimadas
e peste
(rasgada qualquer geografia
a leste).

Um x vermelho

sobre a palavra
“parábase”
assinala fim e falha.

Volta-se, então, à comédia

pela contramão.
 
 

Um comentário: